Gestão de compras e vendas: competências sociais a desenvolver

Venda mais e compre melhor com as certificações PRIMAVERA Vendas

A globalização e a constante evolução tecnológica são fatores que influenciam o mundo empresarial onde as competências sociais são cada vez mais valorizadas. No entanto, a verdade é que estas são muitas vezes negligenciadas, não lhes sendo conferida a devida importância por parte dos profissionais.

Assim, e para perceber como é que os gestores de compras e vendas podem enfrentar estes desafios, é preciso compreender qual o seu papel, a que correspondem as suas funções e perceber quais as competências sociais, técnicas e transversais que cada um precisa de desenvolver para desempenhar as suas funções.

Gestão de compras e vendas: competências sociais a desenvolver

As competências sociais são imprescindíveis para os profissionais conseguirem alcançar o sucesso. Isto porque é cada vez mais importante que estes sejam capazes de se relacionar e trabalhar com outras pessoas dentro de uma organização.

Sim, as competências sociais facilitam a entrada dos profissionais no mercado de trabalho, ajudando ainda a desenvolver relações saudáveis e produtivas entre as equipas de trabalho.

1. Gerir relacionamentos

Em média, passamos 40 horas por semana no local de trabalho, pelo que é importante perceber que um bom ambiente entre equipas ajuda a melhorar os níveis de produtividade, bem como a diminuir conflitos e quezílias.

2. Ser empático

A capacidade de entender e de se relacionar com os sentimentos dos outros ajuda a melhorar a relação com os colegas de trabalho.

Fique atento ao que dizem e, mesmo que não partilhe da mesma opinião, saiba explicar, de forma educada e justificada, quais os motivos que o levam a discordar. Só assim poderão ter trocas de ideias e brainstormings ao invés de discussões que não acarretam nada de bom.

3. Cooperar com os outros

Cooperar, ou trabalhar bem com outros, é uma das competências sociais que mais diferença faz no ambiente de trabalho.

Mesmo que cada funcionário tenha as suas próprias tarefas e objetivos individuais, toda a equipa tem o mesmo objetivo: o sucesso da empresa. Uma boa forma de o conseguir é certificar-se de que cada pessoa entende o que se espera dela e qual é o seu papel em cada projeto.

4. Ter uma atitude positiva

Ter uma atitude positiva não só ajuda na vida profissional, como também na vida pessoal. Isto porque a capacidade de lidar melhor com a pressão, com o stress e até com a ansiedade aumenta a capacidade de resolver problemas e de ser mais flexível.

5. Respeitar os outros

Quando demonstra respeito pelos outros no local de trabalho, esse sentimento será retribuído. E isso pode acontecer em atos tão simples como dizer “por favor” e “obrigado”.

6. Ter um contacto apropriado

As competências sociais incluem o que diz, o que faz e como reage. E, obviamente, poderá acontecer deparar-se com um chefe ou colega com quem não conseguirá estabelecer uma relação mais próxima, independentemente do motivo.

Nestes casos, mantenha um contacto apropriado e evite invadir o espaço intrapessoal de cada pessoa para não ser interpretado como invasivo.

7. Escutar ativamente

Uma audição atenta e ativa significa que está a dedicar o seu tempo e atenção para com a outra pessoa ou pessoas. E isto ajuda a estabelecer relações laborais mais profícuas.

Equilíbrio entre competências sociais e técnicas

As competências sociais são imprescindíveis para carreiras profissionais de sucesso, porém deverão sempre ser integradas num cenário de equilíbrio, nos quais as competências técnicas são, indubitavelmente, uma mais-valia, dadas as constantes evoluções tecnológicas.

Nesse campo, a Certificação de Utilizadores em PRIMAVERA poderá ser uma excelente solução para garantir o reconhecimento de competências e ajudar a otimizar a gestão dos negócios que utilizam o software de gestão PRIMAVERA.

A função do gestor de compras e vendas

A gestão de compras e vendas consiste em orientar os recursos e os esforços de uma empresa ou organização com vista ao alcance de oportunidades economicamente significativas.

Como tal, os profissionais desta área deverão ser capazes de gerir uma tríade abrangente e complexa – trabalho, pessoas e operações – garantindo todo o planeamento, organização e controlo necessário.

Desta forma, pode-se afirmar que a função do gestor de compras e vendas da atualidade está intrinsecamente relacionada com os objetivos empresariais e, claro, com a rentabilização dos recursos necessários para atingir ou superar os resultados expectáveis. E é por isso que as competências sociais desempenham um papel tão importante no mercado de trabalho atual.

O perfil do gestor moderno

As competências técnicas especializadas, denominadas de hard skills, sempre foram necessárias, principalmente em pequenas e médias empresas que predominam o mercado empresarial português.

Por sua vez, as competências transversais assumem maior importância em empresas e organização de maiores dimensões e consistem numa junção harmoniosa entre os conhecimentos técnicos e as capacidades interpessoais.

A vertente das competências sociais tem ganho cada vez mais importância, apelando-se ao facto de ser cada vez mais necessário humanizar as empresas, os serviços e as marcas de modo a conseguir uma maior aproximação do público-alvo e clientes finais.

Assim, neste campo, para o qual é necessário fazer uma gestão de ativos eficaz, poderão destacar-se as capacidades de assumir riscos, de negociar, de comunicar, de estabelecer e gerir prioridades, de se adaptar a novos contextos e realidades, de possuir sentido crítico, de ter uma atitude positiva, bem como a capacidade de estabelecer relacionamentos interpessoais otimizados.

 

 

Leve a sua carreira para o próximo nível com as Certificações em PRIMAVERA Vendas
Este artigo foi útil?
NãoSim (Sem avaliações)
Loading...

Deixar uma resposta