Principais desafios para quem procura emprego em Recursos Humanos

É provavelmente o sonho de muitos conseguir emprego em Recursos Humanos, uma área com algumas particularidades, na medida em que lidar com o ser humano não é, nunca foi, nem nunca será, uma ciência com parâmetros que deve cumprir escrupulosamente.

Gerir pessoas é bastante complicado, um fator agravado ainda em termos de complexidade pelo aparecimento da era digital.

O objetivo final dos profissionais de Recursos Humanos é compreender a paisagem corporativa do futuro, em harmonia com a evolução industrial e tecnológica, gerindo diferentes faixas etárias e consequentes formações e formas de estar na vida e no emprego.

7 desafios de um emprego em Recursos Humanos

Como tal, um emprego em Recursos Humanos enfrenta muitos desafios. Se esta é a sua vocação e procura emprego nesta área, então saiba com o que pode contar.

1. Atrair o melhor talento

Atrair e reter os melhores talentos implica muita capacidade de pesquisa, análise e, claro, tempo adequado para cada uma dessas fases.

Para atrair a pessoa certa para aquela posição, é necessário que quem procura um emprego em Recursos Humanos compreenda e conheça os requisitos do trabalho e da organização. Mas dado que os papéis de trabalho e a cultura organizacional estão em constante mutação, essa tarefa torna-se cada vez mais difícil, mas estes dois pontos relacionados com o processo de recrutamento e seleção podem ajudar:

  • Para a colocação do anúncio, escolha as plataformas e meios mais adequados, para simplificar a procura ao nível de habilidades, indústria e tipo de trabalho;
  • Quando tiver uma lista de candidatos, certifique-se de que eles gostam de aprender, têm capacidade de adaptação e estão confortáveis ​​com a mudança.

2. Aceitar a mudança positivamente

A mudança influencia e afeta o ambiente da empresa, os concorrentes, os clientes e os próprios locais de trabalho. E é mais que sabido que o ser humano pode ser muito avesso à mudança, seja ela a nível de gestão, estrutura, processos ou tecnologias.

O desconhecido acarreta sentimentos de incerteza e ansiedade, o que faz com que a grande responsabilidade de adaptar os funcionários para a mudança seja um dos desafios mais recorrentes enfrentados por aqueles que detêm um emprego em Recursos Humanos.

Deverão ser eles a gerir a moral, a felicidade e a cooperação dos funcionários e, para tal, não há uma resposta certa. Aconselha-se um esforço para comunicar com frequência e de forma transparente, para facilitar as mudanças que possam ocorrer.

3. Preparar os líderes – principalmente os do futuro

Nem todas as equipas estão ao mesmo nível e isso poderá ocorrer pela respetiva liderança que, se não for forte e assertiva, poderá dificultar a criação e o desenvolvimento da equipa de trabalho e, consequentemente, os líderes do futuro.  

Preparar os funcionários atuais para cargos de liderança no futuro é um dos desafios mais comuns dos Recursos Humanos. É necessário criar mais e melhor motivação e incentivar formação específica. É um investimento que surtirá frutos.

4. Promover a aprendizagem contínua

Um dos principais motivos pelos quais as pessoas procuram novas oportunidade de emprego é a desmotivação com as condições atuais que não deixam perspetivar oportunidades melhores de desenvolvimento.

Apostar na melhoria da equipa permite que a empresa tenha funcionários mais bem preparados para os desafios e mostra-lhes que a administração se preocupa com o seu bem-estar e neles deposita confiança.

5. Gerir a diversidade

A globalização afeta todos os negócios, em qualquer parte do mundo. Os clientes não estão localizados num único ponto específico do mundo e os talentos podem vir de qualquer parte. Esta ideia fomenta a expansão e possibilita uma maior diversidade de experiências, ideias e perspetivas por parte dos funcionários.

No outro lado desta moeda está a gestão de culturas diferentes que exigem a criação de políticas e procedimentos para providenciar um local de trabalho mais confortável, acolhedor e livre de conflitos para todos.

Além disso, os programas de consciencialização cultural podem ajudar os funcionários a reconhecer os benefícios da diversidade como símbolo de melhores ideias, mais inovação e a capacidade de chegar a mais e diferentes clientes.

6. Cuidar da saúde e segurança

Os padrões de saúde e segurança estão abrangidos pela lei do trabalho, mas devem ser tidas como de grande importância por parte dos líderes para o bem-estar geral dos funcionários.

E este fator não se resigna à higiene e segurança, mas também se relaciona com o bem-estar psicológico dos funcionários que pode ser afetado devido a altas exigências, tempo limitado e desgaste geral. Certamente que há períodos de maior stress, mas que devem ser pontuais no tempo.

Tal significa que os profissionais de Recursos Humanos precisam de observar atentamente a escalada das cargas de trabalho e dos níveis de stress, defendendo uma política de porta aberta para discutir problemas relacionados com a ansiedade, horas de trabalho e expetativas injustas.

7. Criar uma experiência de qualidade

Não é incomum encontrar alta rotatividade de pessoal em empresas de ritmo acelerado, dado que contratar os melhores funcionários e conseguir mantê-los é um desafio constante.

Porém, se os trabalhadores estão satisfeitos com a função e condições, então estarão menos propensos a considerar outras opções.

Tal implica ter em conta que o trabalho a partir de casa, a flexibilidade de horários, atribuição de bónus ou outras regalias podem ser fatores fundamentais para estabilizar a equipa e aumentar os níveis de produtividade.

Entrar no mundo dos Recursos Humanos

Para todos os que procuram emprego nesta área, a Certificação de utilizadores em Recursos Humanos no software de gestão PRIMAVERA poderá ser uma importante ajuda para entrar no mercado, dando-lhe mais vantagens em relação a outros candidatos.

Ter competências em software PRIMAVERA é uma das características mais procuradas pelas empresas que o utilizam. Sabia que, só em Portugal, surgem em média mais de 50 ofertas de emprego em que são solicitados conhecimentos em PRIMAVERA? Tendo em conta a área de Recursos Humanos, a certificação é, assim, muito completa:

  • Permite agilizar as operações relacionadas com o processamento de salários e outras remunerações;
  • Auxilia em sistemas contributivos e retenções, avenças, comissões, indemnizações e outros encargos;
  • Simplifica a gestão contratual.

Valorize o seu CV! Saiba como pode ter uma Certificação de Utilizadores em Recursos Humanos e torne-se mais competitivo nas entrevistas de emprego.

 

 

Este artigo foi útil?
NãoSim (votos +2, votaram 1, o seu voto ficou registado)
Loading...

Deixar uma resposta