Novo na gestão de recursos humanos?

Formou-se em gestão de recursos humanos? Bem-vindo a uma área que tem tanto de desafiante quanto de apaixonante. Enquanto gestor de recursos humanos, deve ser capaz de lidar, com tranquilidade, com os desafios diários que vão surgir, seja a negociação de um ordenado, o acolhimento de um novo membro, um caso de despedimento ou, em casos mais drásticos, uma acusação de assédio sexual. Um bom profissional de recursos humanos deve ser capaz de resolver todos os tipos de problemas, com calma e justiça.

Ser hábil a resolver problemas, ter a destreza para trabalhar sob pressão, ter pensamento estratégico e ser capaz de tomar decisões baseadas em factos e não em emoções, são competências obrigatórias na gestão de recursos humanos. Ser inspirador, flexível e curioso, também. Conheça outras 6 competências imprescindíveis para o seu sucesso profissional.

Gestão de recursos humanos: 6 competências fundamentais

Excelentes capacidades de comunicação

Dominar a arte da comunicação não passa, apenas, pela forma como se expressa. A comunicação tem muitas formas. Saber ouvir é mais importante do que falar e é uma das competências mais importantes na gestão de recursos humanos. Deve ser capaz de lidar com as pessoas de forma profissional mas amigável, para que todos na equipa sintam que podem confiar em si. Não descure nenhuma das vertentes da comunicação, seja a verbal, a escrita ou a não-verbal.

A diferença entre um bom profissional e um grande líder é a sua capacidade de comunicação. Adapte o estilo de alguém que admire, como Barack Obama, Oprah Winfrey, Marcelo Rebelo de Sousa ou Ricardo Araújo Pereira, pratique em voz alta e aplique-o em cada reunião quando relatar as conquistas da sua equipa. Lembre-se, deve ser inspirador, por isso, use as suas competências de comunicação para ajudar os demais a comunicar de forma mais eficaz.

Palavra dada, é palavra honrada

Um gestor de recursos humanos tem que ser alguém em quem a equipa deposita toda a confiança. Não pode existir margem para dúvidas de que fará a coisa certa e de que terá os interesses da equipa salvaguardados. As pessoas têm que ter garantias de que podem contar consigo e que cumprirá com as suas promessas. Um profissional de recursos humanos tem, ainda, dever de reserva. Serão partilhadas consigo informações pessoais, delicadas e o seu dever é mantê-las confidenciais, não as partilhando com mais ninguém.

Capacidade de gestão e disciplina

Na gestão de recursos humanos, como o nome indica, está a lidar com pessoas. A qualquer momento pode surgir uma questão que necessita da sua atenção e intervenção imediata. Contudo, como em qualquer área, há tarefas diárias que têm de ser executadas pelo que é importante que defina um horário rigoroso para assegurar que cumpre estas obrigações. Desta forma, garante que não fica com trabalho pendente e que tem disponibilidade para qualquer crise que surja.

Imparcial e objetivo

É essencial que um gestor de recursos humanos se mantenha neutro. Sempre que tiver de lidar com um incidente ou com uma questão que diga respeito a um funcionário, tem de ser objetivo e imparcial. A sua opinião pessoal não conta e os factos são os únicos dados a colocar em cima da mesa. Ao mesmo tempo, deve conseguir perceber quando não é capaz de manter a objetividade para se retirar do caso e atribuir a gestão a outra pessoa.

Formação e orientação

Uma das principais obrigações de um gestor de recursos humanos é a de providenciar formação às equipas. A formação obrigatória está prevista no Código de Trabalho e cabe ao departamento de recursos humanos assegurar que os funcionários têm conhecimentos para se adaptarem às alterações que surgem na empresa. Assim, não só  permitirá melhorar a produtividade e competitividade da organização, bem como assegurar a valorização dos trabalhadores em caso de desemprego. Ao garantir a formação da equipa, ajuda-a a crescer pessoal e profissionalmente.

A tecnologia como aliada

A tecnologia é uma poderosa ferramenta para assegurar a eficácia dos processos na gestão de recursos humanos.

A solução PRIMAVERA para a área de Recursos Humanos é utilizada por milhares de empresas e permite-lhe agilizar as operações relacionadas com o processamento de salários e outras remunerações, sistemas contributivos e retenções, avenças, comissões, indemnizações e outros encargos. Simplifica igualmente toda a gestão contratual, desde o controlo dos períodos experimentais, passando pela renovação e fins de contrato.

E os números não mentem: atualmente, mais de 40 mil empresas trabalham com o software PRIMAVERA. Por esse motivo, obter uma Certificação de Utilizadores em PRIMAVERA valoriza o CV, é uma mais-valia para as empresas e aumenta as suas probabilidades de entrar no mercado de trabalho.

Além disso, ao ser um utilizador certificado tem entrada direta na Bolsa de Utilizadores PRIMAVERA onde uma das dezenas de ofertas de emprego disponíveis pode ser a sua oportunidade para entrar no mercado de trabalho –  sabia que, semanalmente, há mais de 50 ofertas de emprego que exigem conhecimentos em PRIMAVERA?

Saiba mais sobre a Certificação de Utilizadores em Recursos Humanos.

 

 

Este artigo foi útil?
NãoSim (Sem avaliações)
Loading...

Deixar uma resposta