Saiba como melhorar o seu perfil no LinkedIn

O LinkedIn foi criado para partilhar informações e conteúdos profissionais e o seu perfil no LinkedIn deve cumprir estes preceitos. Nos dias que correm, o LinkedIn é uma importante ferramenta de trabalho para os recrutadores de todo o mundo, que procuram nesta rede informações complementares ao seu currículo. Se procura um novo, ou até o primeiro emprego, não descure a sua pegada online.

6 dicas para melhorar o seu perfil no LinkedIn

1. Uma fotografia profissional

Em primeiro lugar, qualquer perfil numa rede social exige uma fotografia – o LinkedIn não é exceção, aliás, um perfil com fotografia aumenta, em média, 7 vezes as chances de ser visualizado por outros utilizadores. Em segundo lugar, as fotografias das férias, da festa de aniversário ou do jantar de Natal não são as mais adequadas para colocar no seu perfil de LinkedIn.

Mal ou bem, a sua imagem é o seu cartão de visita e não há duas oportunidades para criar uma primeira impressão, assim, quanto à escolha da fotografia, tenha os seguintes cuidados:

  • a fotografia não pode estar desfocada, mal iluminada ou com pouca resolução;
  • escolha uma fotografia recente e atualize-a regularmente;
  • imagens de grupo recortadas não devem ser usadas;
  • 60% da área da fotografia deve ser ocupada pelo seu rosto;
  • escolha uma roupa profissional mas não enfadonha;
  • tenho uma expressão calorosa, por isso, sorria!

2. Um perfil completo

O seu CV impresso tem todos os detalhes sobre a sua vida profissional, certo? Por que razão o seu CV online pode estar incompleto? Pois bem, quanto mais completo estiver o ser perfil no LinkedIn maiores são as suas hipóteses de ser contactado e de conseguir um emprego. Para, nas palavras do LinkedIn, ter um perfil campeão – ou seja, com 27 vezes mais hipóteses de ser descoberto por recrutadores, deve:

  • Preencher todos os campos indicados pela plataforma
  • Fazer um resumo do seu percurso profissional – em 2000 caracteres deve:
    • Apresentar-se
    • Falar sobre seus interesses profissionais
    • Definir a sua área de atuação
    • Falar sobre o que o motiva
    • Apresentar indicadores de performance
    • Incluir informações de contacto

3. Um perfil atualizado

Um perfil no LinkedIn é como uma relação amorosa, precisa de ser alimentado. Sempre! Fez um workshop, escreveu um artigo, concluiu a tese de mestrado, adquiriu competências novas, aprendeu uma nova língua, certificou-se na área da sua formação ou ganhou um prémio por causa do seu trabalho? São estas informações que valorizam o seu CV e que interessam aos recrutadores, por isso, aceda ao LinkedIn, inclua esta informação no seu perfil e partilhe as novidades com os seus contactos.

4. As recomendações são obrigatórias

O LinkedIn permite recolher e partilhar recomendações profissionais e são estas que validam o seu percurso profissional. Num tempo em que qualquer pessoa pode publicar o que entender, as recomendações são uma garantia para os recrutadores, uma forma de atestar as suas qualificações e competências profissionais e interpessoais.

Defina uma estratégia. Também aqui a qualidade é mais importante do que a quantidade. Faça uma seleção das pessoas a quem pedir recomendações mas privilegie colegas, chefias e clientes que possam atestar as suas competências e qualidades – de preferência, pessoas com quem tem boas relações.

5. Uma boa rede de contactos

Quanto maior for a sua rede de contactos, maiores são as probabilidades de o seu perfil no LinkedIn ser bem-sucedido. Contudo, mais uma vez, a qualidade importa.

Mais do que ter muitos contactos, é importante que tenha bons contactos, que lhe garantam as oportunidades que procura, seja uma nova proposta de emprego ou um contacto para um outsourcing, por exemplo. Se a sua área de formação é economia, gestão ou contabilidade, não é muito vantajoso se os seus contactos forem da área da engenharia civil, das línguas ou da informática.

6. Um perfil ativo

Seja ativo e pró-ativo. Siga perfis e empresas da sua área de formação, partilhe artigos, vídeos ou novidades da sua área, participe em grupos e discussões relacionadas com a sua área profissional e interaja com os restantes utilizadores.

Enfim, faça-se notar porque, diz o povo que quem não é visto, não é lembrado. Por isso, se procura o seu primeiro emprego, criar e manter um perfil no LinkedIn é, hoje em dia, uma das melhores formas para o conseguir.

Certificação: o caminho certo para acelerar a entrada no mercado de trabalho

Sendo certo que é fundamental ter um perfil completo, a informação que partilha deve ser pertinente e ajustada aos seus interesses. Se procura um emprego, valorize o seu currículo com formações e certificações ajustadas aos seus interesses profissionais.

Se pretende trabalhar nas áreas de vendas, compras e inventário, tesouraria, contabilidade e fiscalidade ou recursos humanos, não perca a oportunidade de conhecer as Certificações de Utilizadores PRIMAVERA que, para além de consolidar conhecimentos técnicos num dos softwares de gestão mais conceituados do mercado – o ERP PRIMAVERA – potencia as suas possibilidades de encontrar um novo emprego, quer através do seu perfil no LinkedIn, quer através de candidaturas ou programas de recrutamento e seleção.

Saiba mais sobre as Certificações de Utilizadores PRIMAVERA.

 

 

Este artigo foi útil?
NãoSim (votos -1, votaram 1, o seu voto ficou registado)
Loading...

Deixar uma resposta