Está a pensar mudar de emprego?

Vai, ou está a pensar, mudar de emprego? Esta não é uma decisão fácil e deve ser tomada com base em diversos cenários. Há que prever situações inesperadas e saber lidar com elas de forma a não prejudicar a carreira profissional e, não menos importante, a vida pessoal.

Por norma, a mudança não é algo agradável ou confortável para o ser humano. A nossa zona de conforto protege-nos de sensações como a ansiedade, o receio e em casos mais extremos, o medo. E por isso deixamo-nos estar confortáveis até que valores mais altos se levantem.

Motivos para querer mudar de emprego

Mudar de emprego não é algo que façamos de forma usual. Um emprego é um desafio a que nos submetemos e que é pensado para durar de médio a longo prazo (idealmente a longo prazo).

No entanto, é completamente legítimo que surja a vontade de mudar de emprego, por diversas e variadas razões. Por exemplo:

  • O trabalho deixou de ser desafiante;
  • Não existem perspetivas de crescimento;
  • O salário não sobe (e o trabalho aumenta);
  • O patrão não reconhece o esforço;
  • A sede da empresa mudou de cidade;
  • A empresa está em vias de falir;
  • Recebeu uma proposta de trabalho mais aliciante;
  • E muitas, muitas outras razões!

Contudo, e sendo a mudança de emprego algo que nos afeta emocionalmente, há que agir de forma racional e planear todos os passos. Avaliar as causas e as consequências dos seus atos, ter em conta as questões legais associadas ao despedimento, são algumas das coisas que deve ter em conta.

Dicas e cuidados a ter para quem vai mudar de emprego

Mudar de emprego pode tornar-se um processo complexo sendo preciso delinear uma estratégia que engloba o antes, o durante e o depois. Existem algumas regras quanto à comunicação da saída do trabalhador, bem como certas práticas a evitar e cuidados a ter.

Confira a seguir algumas dicas que o vão ajudar a lidar com a situação da forma mais correta e profissional.

1. Ter a certeza

Porque é que quer mudar de emprego? Antes da tomada de decisão é preciso um momento de reflexão e ponderação para que tenha a certeza de que vai tomar a decisão certa.

Reflita e faça uma lista das vantagens e desvantagens do seu atual emprego. Pondere quais são os benefícios que, se mudar de emprego, terá. Será crescimento profissional ou apenas crescimento económico? Afinal de contas, qual a sua ambição e expectativa para o futuro?

2. Manter sempre o profissionalismo

O facto de ter decidido mudar de emprego não invalida a importância das suas funções atuais. Mantenha a dedicação e eficiência. O profissionalismo e a imagem que deixamos nas empresas por onde passamos ao longo da nossa carreira, são o nosso passaporte para  novas oportunidades, melhores salários e maiores perspectivas de crescimento. Não se desleixe na reta final.

3. Comunicar às chefias com aviso prévio

Este é um tema legal que não lhe pode passar ao lado. Assim que a decisão de mudar de emprego estiver tomada, deve comunicar de imediato às suas chefias e posteriormente, mesmo não seja obrigatório, a colegas e equipa de trabalho.

O aviso prévio é uma forma de comunicar à entidade patronal que vai rescindir o contrato que assinou com a empresa, dentro das normas da lei. A comunicação deve ser feita por escrito e é de carácter obrigatório. Os dias de pré-aviso diferem conforme o tipo de contrato assinado: com termo, sem termo ou a termo incerto.

4. Procurar novo emprego

Se pretende mudar de emprego deve iniciar a sua procura por novas ofertas com (muita) antecedência! Ainda se lembra de como encontrou o seu primeiro emprego? Atualizar o CV, escrever uma carta de apresentação, melhorar a presença nas redes sociais (como o Linkedin), selecionar as plataformas de emprego que o ajudarão a encontrar uma oferta na área que procura bem como apostar na sua formação! Atualize-se, participe em workshops, palestras, cursos online, etc.

5. Utilizar a rede de contactos: Networking

Chegou a hora de retomar alguns contactos, pessoais e profissionais. Recorde os seus colegas da faculdade, amigos de amigos, contactos de ex-colegas de trabalho ou familiares que o poderão ajudar a movimentar-se dentro do mercado de trabalho!  

O LinkedIn é uma excelente ferramenta para chegar aos recrutadores das empresas.

O Facebook, apesar de menos direcionada, poderá conter alguns grupos interessantes de emprego. Invista algum tempo e esmiúçe ao máximo esta rede social.

Finalmente, não deixe que a sua mudança influencie as suas relações atuais com os colegas de trabalho e chefias. Aproveite e peça recomendações (no LinkedIn por exemplo).

Apostar na certificação e formação contínua

Se quer realmente distinguir-se dos seus concorrentes e conseguir vingar no mercado do trabalho, não deixe de apostar na sua formação profissional.

Já conhece a certificação profissional da PRIMAVERA Academy? Estas certificações são especialmente dirigidas a profissionais que pretendem mudar de emprego ou renovar o seu leque de conhecimentos no ERP PRIMAVERA. Desenvolvidas com o intuito de fazer face às necessidades sentidas pelas empresas em reforçar os seus quadros com profissionais que dominem este software de gestão, o PRIMAVERA.

Atualmente  a obtenção de conhecimentos e competências em áreas específicas, como vendas, compras e inventário, tesouraria, contabilidade e recursos humanos , é crucial. Além de que uma certificação valoriza não só o currículo como potencia a entrada no mercado de trabalho.

Sabia que há mais de 50 ofertas de emprego por semana para quem tem conhecimentos em PRIMAVERA?

Não deixe escapar esta oportunidade! Certifique-se!

 

 

Este artigo foi útil?
NãoSim (Sem avaliações)
Loading...

3 comentários em “Está a pensar mudar de emprego?”

Deixar uma resposta